Final de ano é época de contabilizar os resultados e programar a próxima etapa que se aproxima. Para ajudar a alavancar o sucesso das empresas, Raimundo Godoy, diretor Técnico e Conselheiro do Instituto Aquila, consultoria de gestão avançada, listou algumas tendências de administração que irão fazer a diferença no ano que vem.

“O empresário sabe que teve um aumento na receita, mas não vê o dinheiro porque não conseguiu compreender o processo de forma integrada. É preciso deixar o modelo de gestão tradicional e ir além, desenvolvendo uma inteligência mais competitiva”, afirma o diretor.

Confira as quatro sugestões que podem auxiliar os empreendedores a dar um gás nos negócios e lucrarem mais em 2014.

Alinhamento de Metas

Empresas que têm definidas suas metas sabem onde querem chegar e cada funcionário trabalha de modo a contribuir para isso. “Reconhecer a visão empresarial é o primeiro passo para alcançar o sucesso”, garante Godoy. As cinco maneiras para dar esse primeiro passo são:

1ª) Alinhar a meta e definir estratégias;
2ª) Elaborar projetos estruturais;
3ª) Alinhar responsabilidades, traçando objetivos individuais e compartilhados entre a equipe;
4ª) Acompanhar o processo por meio de informações atualizadas;
5ª) Incentivos através da compensação de esforços aos colaboradores.

Gestão Integrada

O custo e a produtividade estão atrelados e, para a empresa ser eficiente, é preciso produzir mais usando menos recursos. Com a visão unificada, o objetivo é atingir a excelência em diversas áreas simultaneamente, como comercial, operacional, administrativa e financeira, e não exclusivamente em uma.

Valor Agregado

A dica para desenvolver a eficácia e a eficiência do processo de produção é considerar a excelência operacional (custo, produtividade e tecnologia empregados) e comercial (preço e volume oferecido ao mercado). Para obter uma boa gestão é preciso buscar sempre a excelência. Entregar o melhor produto ou serviço com o menor custo.

Gestão por Fábricas Virtuais 

Virtualizar a empresa permite uma visão mais ampla de todos os processos que a envolve e, assim, acompanhar os resultados almejados. “É um modo mais rápido de perceber onde há entraves ao crescimento. Diagnosticados os pontos críticos, é mais simples corrigir o que está impedindo o faturamento máximo”, pontua o Godoy.

Também poderá gostar de...

0 Comentários