Madri, capital da Espanha, tem mais de 3 milhões de habitantes. A cidade destaca-se pelos museus mundialmente famosos, um palácio real e imponentes praças públicas.

Um dos monumentos mais procurados pelos visitantes é a Plaza de Cibeles, uma fonte com a estátua da deusa romana Cibele que enfeita a praça e fica no meio de uma rotatória.

Já, o Passeodel Prado é um local muito elegante criado no século XVIII para que a realeza pudesse realizar seus passeios. As atrações principais estão no Museu del Prado, onde estão às obras de Velásquez e Goya, e o museu Reino Sofia, com seus Picasso, Dalí e Miró.

Outro lugar muito bonito, principalmente à noite quando a iluminação proporciona uma beleza extraordinária, é a Puerta de Alcalá, um portal de granito que servia também como entrada principal da cidade.

Para ver o centro típico de Madri, vá até a Puerta Del Sol, local barulhento devido o grande movimento. Aqui fica a estátua de bronze com o símbolo de Madri um urso tentando alcançar os frutos madroño.

Fazendo uma caminhada pela Calle Mayor chegará na Plaza Mayor, local que há mais de três séculos era palco de touradas, julgamentos e execuções nos anos da Inquisição. Hoje, tem muitos bares ao seu redor e está sempre repleta de turistas. O principal edifício é a Casa de La Panaderia.

Perto daqui, na Pasadizo de San Ginés, 5, fica a Chocolateria San Gines, local ideal para experimentar os famosos churros acompanhados de um chocolate quente. Funciona desde 1894.

Uma opção de gastronomia imperdível em Madri é o restaurante mais antigo do mundo: Restaurante Sobrino de Botin. Funciona no mesmo local, na Calle de losCuchilleros, 17, e é administrado pela mesma família desde 1725. A especialidade é leitão e cordeiros assados.

A cidade conta também com o Palácio Real - usado em cerimônias oficiais. Os destaques são as Salas de Jantar, das Porcelanas, Gasparini e do trono.

Perto daqui, temos outra praça famosa, a Plaza de España. A parte mais atraente é o centro, ocupado por um obelisco. Na parte da frente fica a estátua de Cervantes e mais abaixo fica a de Dom Quixote montado em um cavalo e ao seu lado o gordo Sancho Pança cavalga em um burro.

Madri também é conhecida pelas touradas, mesmo que não assista e não aprecie esta tradição espanhola, a Plaza de Toros de las Ventas de 1929,merece uma visita, por ser uma das mais lindas de Madri. Os arcos externos foram projetados em um estilo único espanhol chamado neomudéjar e parte da decoração é feita com azulejos pintados a mão.

Outra cidade da Espanha que precisa ser conhecida é Valência.A viagem entre Madri e Valência pode ser feita através de modernos e confortáveis trens que partem de Atocha, principal estação ferroviária de Madri, que começou a operar em 1851. A parte mais antiga foi constituída em ferro e vidro, e atualmente abriga um jardim interno, repleto de plantas e até grandes palmeiras.

Valência é a terceira maior cidade da Espanha, localizada ás margens do Rio Turia. Vem atraindo cada vez mais visitantes principalmente depois da conclusão do complexo de prédios futuristas, projetado pelo arquiteto local Santiago Calatrava, composto pelo semi-esférico cinema IMAX: o L`Hemisféric; por um museu de Ciências: o Museo de Las Ciências; por um parque oceanográfico: o L´Oceanografic e por salas para difundir as diversas manifestações artísticas e culturais o Palau de LesArts.

Outro local de destaque é a Catedral da cidade, construída em 1262, mas que sofreu ampliações ao logo dos anos. O campanário octogonal, de 68m, foi construído entre 1380 e 1420 e é o principal marco da cidade. Para quem tiver disposição de subir 207 degraus, será recompensado com uma bela vista da cidade.

O Mercado Central, enorme e belo edifício Art Nouveau em ferro, vidro e azulejos foi inaugurado em 1928 e é um dos maiores e mais atraentes mercados da Europa, local onde se encontra diversos artigos típicos da Espanha, além dos mais variados alimentos.

Perto daqui, fica La Lonja, outro local que não pode deixar de ser visto. Trata-se de um dos edifícios mais importantes da cidade, além de ser um dos mais famosos monumentos da arquitetura gótica da Europa e ter sido declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO em 5 de dezembro de 1996.

Não podemos esquecer de mencionar sobre a deliciosa gastronomia valenciana, cujo principal ingrediente é o arroz em variadas formas de preparação, destacando-se a mundialmente conhecida Paella.

Um dos endereços mais tradicionais para provar a deliciosa e autêntica paella valenciana é o restaurante La Pepica, localizado na Playa de laMavadosa.

Para degustar frutos do mar de primeira qualidade, reserve uma mesa no concorridíssimo El Canyar.

Outra especialidade de Valência é a “horchata”, típico drinque da região, uma bebida doce e leitosa feita de chufas (um tipo de amêndoa) e servida semi-congelada.

Fonte: Canadá Turismo

Também poderá gostar de...

0 Comentários