Você já desejou solicitar um aumento de salário e travou no momento de fazer o pedido para seu chefe? Já teve medo de ser demitido ao manifestar seu desejo de receber uma promoção? Já se pegou pensando: ruim com esse salário, pior sem ele? Sim? Então, o que você precisa aprender é: o que fazer para negociar um aumento de salário sem ficar mal visto aos olhos da administração da empresa.

Vou te apresentar 4 dicas poderosas de como construir esse caminho:

1. Tenha certeza de que seu passe vale mais do que aquilo que está recebendo. Como descobrir? Simples! Teste o mercado. Você só pode afirmar que está ganhando pouco se a concorrência já veio te oferecer o dobro. Ainda não vieram? Então vá até eles, mande seu currículo, descubra se a sua empregabilidade está alta. Se surgirem outras propostas você terá condição de comparar e escolher e aí até é hora de contar para sua empresa atual a proposta que recebeu para ver se eles topam cobrir ou no mínimo equiparar. Mas atenção: não blefe! A quebra de confiança é devastadora e aí talvez você fique sem uma coisa e sem a outra, além de queimar sua imagem profissional.

2. Não espere a promoção chegar para assumir outras responsabilidades. Vá ocupando espaços, interesse-se por aprender outras atividades, faça o que ninguém está fazendo na empresa, e quando olharem para você dirão: mas o que ele está fazendo como analista? Ele faz atividades de supervisor!!!

3. Descubra o cargo que lhe interessa na empresa e tenha uma conversa franca com seu gerente perguntando: que competências eu preciso demonstrar para galgar este cargo? Que resultados preciso apresentar? Peça para que ele lhe ensine o caminho e seja seu coach para que você consiga chegar a sua meta.

4. Se você já fez de tudo que estava ao seu alcance e tem a certeza de que na atual empresa suas chances de crescimento são inexistentes, tenha a coragem de construir a sua saída. Busque novas oportunidades, saia da zona de conforto, enfrente novos desafios. O ser humano tem o triste hábito de praticar o “Tá ruim, mas tá bom”. Isso não existe. Se estiver ruim faça ficar bom e se no lugar que você está isso for impossível, descubra novos horizontes.

E finalmente lembre-se: só você pode dar valor a si mesmo. Se você não assumir isso como filosofia de vida, estará fadado a construir um caminho de infelicidade não apenas em relação a sua remuneração, mas em vários outros aspectos de sua vida!

Marcia Luz - É psicóloga, pós-graduada em Administração de Recursos Humanos, especializada em Gestalt-terapia. Autora dos livros Agora é Pra Valer, Lições que a Vida Ensina e a Arte Encena, Outras Lições que a Vida Ensina e a Arte Encena e Construindo um Futuro de Sucesso. Também atua como coach executiva e pessoal formada pelo ICI (Integrated Coaching Institute), com curso certificado pelo ICF (International Coaching Federation). É Sócia-presidente da Plenitude Soluções Empresariais Ltda.

Também poderá gostar de...

0 Comentários