Com o lançamento de tecnologias cada vez mais acessíveis e a expansão do mercado online no Brasil, cresce o número de lojas virtuais gerenciadas por micro e pequenos empresários. De acordo com Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, a participação dos pequenos nesse mercado passou de 5% para 25% nos últimos sete anos. Com o maior número de lojas virtuais, também se acirra a competição pelas vendas.

De acordo com Adriano Caetano – Diretor da Loja Integrada – plataforma gratuita para criação de lojas virtuais – há uma série de ferramentas e ações que ajudam o empreendedor a ampliar a clientela mesmo com poucos recursos financeiros. “Plataformas de e-commerce como a Loja Integrada, agregam recursos que ajudam o pequeno empreendedor a promover suas lojas. Estas ferramentas, aliadas a algumas estratégias de marketing, tornam o empreendedor mais visível a seu cliente”, explica. Caetano enumera abaixo algumas dicas para atrair novos clientes, converter a venda e fidelizar o consumidor. “Na Loja Integrada, alguns lojistas já ultrapassam o faturamento de R$ 50 mil por mês com pouco tempo de funcionamento”, afirma.

Para atrair o cliente

Dica 01: Otimize seus produtos em sites de busca – Estar nas primeiras posições nos sites de busca – como o Google - é um dos itens mais importantes para ampliar a visibilidade da loja virtual. Plataformas como a Loja Integrada já incluem a otimização, mas o empreendedor pode maximizar os resultados aprimorando o conteúdo da loja, para torna-la mais relevante para as pessoas durante suas pesquisas. Para isso é importante ter conteúdo autêntico, não criar produtos com nomes genéricos, fazer as descrições dos produtos bem detalhadas, além de ter outros sites apontando para a sua loja (link building). "Possuir uma descrição do e-commerce sobre o que o consumidor encontra na loja, marcas e sua proposta para o mercado também fazem a diferença para o SEO da loja." explica Caetano.

Dica 02. Integre sua Loja Virtual às mídias sociais – O Brasil já é o segundo país com mais usuários no Facebook, com 67 milhões de cadastros. De acordo com o instituto de pesquisa ComScore, o brasileiro gasta, em média, 12,5 horas por mês na rede social, compartilhando fotos, histórias, marcas, produtos e, cada vez mais, sendo um influenciador na hora da compra. Além disso, uma pesquisa global realizada pela Nielsen aponta que a recomendação de amigos ainda é a forma de propaganda mais confiável para 92% dos consumidores. Por isso integrar a loja virtual às mídias sociais é uma ótima estratégia para atrair clientes.

Dica 03: Associe-se a comunidades de compra e venda – associar a loja virtual a marketplaces como o Extra e Mercado Livre também ajudam a conquistar novos consumidores. Na Loja Integrada, o cliente visualiza o produto no Mercado Livre e conclui a compra na loja virtual, de forma automática. “Existem mais de 130 mil famílias que vivem das vendas no Mercado Livre e a plataforma está tornando este processo mais simples”, afirma Adriano.

Dica 04: Esteja em sites de comparação de preço – Divulgar os produtos da loja virtual em sites de pesquisa e comparação de preço amplia as possibilidades de venda. Estes portais, como o Buscapé, Shopping UOL, Bondfaro, recebem milhares de acessos diários de potenciais compradores e têm ótima colocação na busca do Google.

Para converter a venda

Dica 05: Invista no visual da página: De acordo com pesquisa realizada em 2012 pelo SEBRAE-SP, a simples melhora no aspecto visual de um estabelecimento pode ampliar as vendas em até 40%. O mesmo vale para as lojas virtuais. O layout da loja na internet influencia a decisão de compra do consumidor e traz credibilidade para o empreendimento. “Além de possuir um visual atraente na página, investir em boas fotos torna a loja virtual mais interessante e transmite mais confiança”.

Dica 06: Amplie as formas de pagamento: “Quanto mais opções de pagamento disponíveis, maiores são as chances de converter a venda”, explica Caetano. Além de cartões de crédito e débito, oferecer boleto bancário e até transferência eletrônica é uma aternativa para os pequenos lojistas.

Dica 07: Seja transparente nas informações e transmita segurança – Os consumidores online estão cada vez mais exigentes e atentos aos critérios de segurança das lojas virtuais, por isso possuir conexão criptografada (certificado SSL) nas páginas de cadastro e durante o check-out são exigências do mercado e decisores na hora da compra. Além disso as novas regras em vigor para o comércio eletrônico prometem atrair novos consumidores virtuais. “O empreendedor virtual deve deixar aparente na página informações como CNPJ, endereço e contatos do vendedor. Estas informações trazem mais credibilidade na hora da compra”.

Para fidelizar os clientes

Dica 08: Invista em promoções – promoções sazonais esquentam as vendas e fazem com que os consumidores retornem a sua loja virtual para novas aquisições. Neste caso toda ação é bem vinda, deste um desconto relâmpago nas redes sociais, frete grátis para compras acima de um determinado valor, compre 1 e leve 2, criação de cupons de descontos, distribuição de brindes, condições especiais para aniversariantes, entre outras possibilidades para estimular e aumentar as vendas.

Dica 09: Cuidado com o estoque e a entrega – É extremamente frustrante comprar um produto e depois ser informado da sua indisponibilidade no estoque. Utilizar uma plataforma que o ajude a controlar o estoque e garantir a entrega no prazo acordado é indispensável para fidelização.

Dica 10: Comunique-se – Acompanhe os relatórios de vendas e interaja com seu cliente. Informe lançamentos, promoções e solicite avaliação do seu produto. Conversar com seu cliente é fundamental para torná-lo um embaixador da sua marca.

Também poderá gostar de...

0 Comentários