O relatório de publicidade móvel, State of the Mobile Advertising, da Opera Mediaworks destaca as principais tendências no segundo trimestre deste ano

A Opera Mediaworks, maior plataforma de publicidade móvel do mundo, divulga o relatório State of the Mobile Advertising, sobre as tendências de monetização e publicidade móvel que se desenrolaram ao longo do segundo trimestre de 2013.

O resultado provém da valiosa coleção de dados de publicidade móvel da empresa, coletados por meio de uma plataforma que oferece mais de 60 bilhões de impressões de publicidade por mês, através de 13 mil sites móveis e aplicativos, atingindo 400 milhões de consumidores por mês. Seguem os principais indicativos do relatório:

• iPhone e Android estão muito próximas na corrida de smartphones por impressões, mas o iPhone continua o claro vencedor em receitas. O iPhone gera 36,4% das receitas, comparada aos 27,8% do Android, e o iOS é claramente o líder geral, com 43,8% das impressões servidas em aparelhos Apple. No entanto, o domínio da Samsung do mercado Android (58,5%) a torna uma forte concorrente.

• O início da temporada de baseball nos EUA torna o esporte o principal gerador de receitas no trimestre. Apesar dos esportes ser uma categoria relativamente pequena, com apenas 6,5% de participação nas receitas geradas em todas as categorias, os editores desta categoria neste trimestre (MBL, ESPN) receberam desproporcionais de 22,2% da receita de seus aplicativos e sites móveis. Música, Vídeo & Mídia mais uma vez receberam o maior volume de impressões, com 22,4%.

• 3 a cada 4 dólares de todas as transações móveis ocorrem nos Estados Unidos. Pouco menos de 50% de todas as solicitações de publicidade são no mercado de publicidade móvel americano, mas elas respondem por quase 75% das receitas.

• A variação cíclica no volume de impressões demonstra as tendências sazonais de consumo de conteúdo móvel. Com base nos dados da plataforma Opera Mediaworks do último ano, os orçamentos de anunciantes podem diminuir em janeiro, conforme a temporada do varejo das festas se dissipa, mas o uso móvel continua ao longo do mês conforme os usuários exploram seus novos aparelhos. Outras observações incluem um pequeno pico em agosto e uma temporada de férias de primavera (março/abril) notável, com tráfego comparável ao mais conhecido salto pré-festas em novembro.

• Campanhas dentro dos aplicativos, com mídia elaborada, têm desempenho melhor que banners e web móvel. Anunciantes de marcas que estão passando seus investimentos em publicidade móvel para campanhas criativas com mídia elaborada que rodam dentro de aplicativos estão alcançando um retorno mais profundo sobre seus investimentos, com uma taxa média de cliques de 1,53%. Os dados também revelam que, ainda que a publicidade no formato de banners ainda responda pela maioria dos tipos de publicidade, os anunciantes estão começando a trabalhar mais com tipos mais recentes e eficazes, como tap-to-expand (toque para ampliar) e unidades VAST intersticial (vídeos móveis).

"Olhando para um ano atrás, quando lançamos o primeiro relatório Estado da Publicidade Móvel, observamos um crescimento inédito no investimento e valor das campanhas de publicidade móvel em todos os aparelhos e regiões”, diz Mahi de Silva, CEO da Opera Mediaworks. “Ainda que o iOS permaneça na liderança, estamos vendo o crescimento de novas categorias, novas regiões emergentes e o surgimento de novas tecnologias. O volume total de impressões da Opera Mediaworks aumentou 43% comparado ao ano anterior, e os aumentos só vão crescer conforme chegamos ao final de 2013”.

Para ler o relatório complete, acesse http://www.operamediaworks.com/insights

Também poderá gostar de...

0 Comentários