"A melhora na confiança do consumidor é impulsionada pela maior segurança no emprego e deve favorecer as vendas para o Dia das mães", diz Rogério Amato, presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

O INC ACSP/Ipsos atingiu 156 pontos em abril de 2013, contra 149 em março de 2013, 164 pontos em abril de 2012 e 150 pontos em abril de 2011.

Classes sociais:

A classe C continua a mais otimista, com 163 pontos em abril. Em relação a março houve um crescimento de 9 pontos. Em seguida vêm as classes A/B, com 144 pontos em abril, contra 142 pontos no mês anterior (março/2013). As classes D/E - as menos otimistas - também apresentaram altas, passando de 129 em março/2013 para 138 em abril/2013.

Regiões:

As regiões Norte/Centro-Oeste são as mais otimistas, com 195 pontos em abril/2013, contra 171 pontos em março/2013. Seguidas pela região Sul, com 181 pontos em abril/2013, contra 195 pontos em março/2013. As regiões Norte/Centro-Oeste e Sul se alternam na liderança do otimismo em função das boas perspectivas da safra agrícola.

Em seguida está a região Sudeste, com 157 pontos em abril/2013, contra 148 no mês anterior.

Por fim, a região Nordeste, que apesar de ser a menos otimista, registrou a maior alta, de 11 pontos. De 120 pontos em março/2013 para 131 pontos em abril/2013.

Em resumo, 50% dos entrevistados julgam sua situação financeira atual como boa em abril/2013, mesmo valor registrado no mês anterior. Já os que acham que a situação financeira futura vai melhorar totalizam 55% em abril/2013, dois pontos a mais em relação a março/2013.

Destaca-se que 44% dos entrevistados se mantêm seguros no emprego em abril/2013, contra 39% no mês anterior.

Já a propensão à compra de eletrodoméstico é de 49% em abril/2013, com alta de 2 pontos em relação a março/2013.

Vale destacar que o número médio de desempregados conhecidos pelos entrevistados situou-se em 2,9 pessoas no mês de abril/2013, contra 3 em março/2013 e 2,8 em abril/2012.

O índice de desempregados conhecidos pelos entrevistados se mantém em números historicamente baixos e são compatíveis com os dados de desemprego apresentados pelo IBGE.

Em síntese, os indicadores de abril demonstram que o aumento da segurança no emprego, por parte dos consumidores, e a desaceleração da alta nos preços de alimentos, divulgada pelo IBGE, justifica o aumento da confiança neste mês.

Para acessar a íntegra do INC ACSP/Ipsos de abril de 2013 acesse o link: http://portal.acsp.com.br/pesquisa_inc/inc_abril2013.pdf

Também poderá gostar de...

0 Comentários