A Gillette acaba de confirmar que vai trazer o coreano Psy para passar o Carnaval no Brasil. O “hit maker” Psy é simplesmente o protagonista do vídeo “Gangnam Style”, que detém o maior número de views no YouTube de todos os tempos. No instante que escrevo esse texto, o número de views está na casa de 1 bilhão e 246 milhões. É realmente impressionante. E esse número não deve ser superado tão cedo.

Seu clipe é uma espécie de crítica social do bairro de Gangnam, localizado na Coréia do Sul, onde ele reside. Somente o fato de ser detentor desse recorde já concede à Psy todas as credenciais para aterrissar aqui e atrair uma imensidão de olhares. O restante da história já podemos imaginar. O simpático coreano será visto na Sapucaí abraçado com atrizes globais, em perfis de Instagram de famosos, na capa de revistas como Caras e Istoé Gente e, logicamente, deve ser convidado para jantar na casa de Luciano Huck e Angélica em Angra. Ou seja, todo o clássico ritual que celebróides do mundo afora fazem quando pisam em solo nacional.

Ele também deve ir para Salvador e subir em trios elétricos para dançar sua famosa coreografia do galope do cavalinho com Ivetes, Claudinhas e Naldos da vida. Durante entrevistas que certamente concederá, Psy deverá dizer que ama o Brasil, que as nossas praias e mulheres são lindas, além de outras várias frases clichês que estão na boca de gringos famosos quando estão por aqui.

Essa onipresença de Psy no Brasil tangibiliza um chamado processo de espetacularização que é feito quando celebridades mundiais chegam aqui. Vivemos em uma sociedade de consumo, organizada em função da produção e consumo de imagens, mercadorias e eventos culturais. Evidencia-se uma espécie de pasteurização do comportamento ritualístico de celebridades no Brasil. E Psy é hoje tudo que a cultura da mídia precisa para vender revistas e pageviews para anunciantes. Indiscutivelmente, é um espetáculo de consumo, vis-à-vis o que foi feito com Madonna, Beyoncé e Lady Gaga recentemente. Viva a sétima economia do mundo. Oppan Gangnam Style!

Marcos Hiller - É coordenador do MBA de Marketing, Consumo e Mídia Online.

Também poderá gostar de...

0 Comentários