Muitas pessoas se frustram nas diversas áreas da vida porque fazem planos que não conseguem cumprir. Como comprar uma casa, terminar a faculdade, fazer uma dieta alimentar, praticar exercícios, entre outros.

A motivação é a energia empregada para a realização de metas, que tem a ver com as necessidades de cada pessoa. Ela também é responsável pelo ato que leva à ação, o “para quê” você fez algo. Por exemplo, se no seu sistema de valores “segurança” é um fator muito importante, grande também será a sua motivação para pagar um seguro de vida ou um seguro do veículo.

Entretanto, só a energia não é suficiente. Também é preciso ter disciplina! A palavra disciplina vem do latim discipulus que é aquele que aprende. De discipulus veio disciplina que significa um “regime de ordem imposta”, ou “manutenção da ordem” para que o discípulo aprenda. Seria a realização daquilo que foi planejado, passo a passo, dia após dia. Uma espécie de canalização ou educação da energia da motivação.

O sucesso é algo que vem de dentro para fora, do invisível para o visível. O resultado concreto, ou o sucesso, nada mais é que o desenvolvimento do potencial intangível, que é algo que não se pode ver, mas que está lá, como motivação, disciplina, força de vontade e foco.

Algumas pessoas acham que ser disciplinado é chato porque disciplina envolve fazer o que tem que ser feito independente se você gosta ou não. É importante aprender a gostar do processo como um todo. Tem gente que confunde fazer o que gosta com o fazer só o que é fácil. A dificuldade ocorre justamente porque há um desafio, há uma lição a ser aprendida. Uma vez dominada a habilidade, ela passa a ser fácil.

O ser humano é um ser de hábitos. Para que um comportamento se torne parte dos comportamentos habituais é preciso que ele seja repetido por 21 dias. Abaixo, seis dicas para você desenvolver a disciplina e realizar seus projetos!

1. Comece com metas simples e práticas para ir ganhando confiança em você mesmo, por exemplo:
  • Seja pontual nos compromissos. 
  • Levante na hora que o despertador tocar, evite ficar os 5 minutinhos a mais na cama. 
  • Se precisar lavar uma louça, não deixe para depois, faça agora! 
2. Caso sua meta seja obter novos comportamentos, como ser organizado, prospectar novos clientes ou ser mais simpático, eleja um exemplo para ser seguido. Observe o comportamento de outras pessoas e tente imitar o comportamento que você admira. A pessoa admirada funcionará como um espelho, isso facilita a definição dos detalhes do comportamento.

3. Comprometa-se com suas metas. Escreva e divulgue-as para seus amigos. Ao declará-las você põe sua autoestima em xeque: se fizer o que você mesmo disse, terá mais respeito e admiração por si mesmo. Caso não consiga, irá se sentir mal consigo mesmo. A recompensa positiva o motivará a fazer o declarado.

4. Faça Já! Não dê chance para a preguiça. Lembre-se sempre da sua meta. Ela é mais importante que a preguiça.

5. Aprenda a fazer escolhas. Disciplina requer fazer o que foi planejado, isso significa que não dá para mudar de ideia, nem estar em todos os lugares o tempo todo. Abra mão do que não é tão importante.

6. Aprenda a controlar as próprias emoções. Muitas vezes nos deixamos levar pela vontade ou desejo por algo que não tem a ver com nossas metas. Por exemplo, se você está tentando se disciplinar para economizar dinheiro, controlar o impulso emocional pela compra de algo qualquer é o desafio maior.

Disciplina requer que a razão se sobreponha à emoção por isso é preciso ter em mente que você fez a escolha, e que a recompensa será sua e que você fez por merecer!

Meiry Kamia - É palestrante, psicóloga, mestre em Administração de Empresas, consultora organizacional. Diretora da Meiry Kamia - Consultoria, Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas (www.meirykamia.com).
 

Também poderá gostar de...

0 Comentários