O Norton Cybercrime Report – pesquisa global da Norton sobre o crime cibernético – , aponta que 45% das pessoas no Brasil tiveram seus perfis invadidos por cybercriminosos. Esse é o segundo tipo mais frequente de crime online no Brasil. O ranking é liderado pelos ataques com vírus de computador/malware e o terceiro tipo mais utilizado são os ataques de phishing.

Recentes episódios confirmam, que cada vez mais, os hackers se aproveitam das mídias digitais, como Facebook e Twitter, para aplicar golpes com os usuários dessas redes. Recentemente, o perfil do cantor internacional Justin Bieber no Twitter, que possui mais de 19 milhões de seguidores, foi invadido por um hacker que deixou uma mensagem indesejada. Outro exemplo de celebridade que teve seu perfil invadido foi a atriz Scarlett Johansson, com suas fotos íntimas expostas no mundo virtual. Além disso, usuários anôminos também sofrem corriqueiramente com esse tipo de ameaça e exposição.

Quanto mais tempo uma pessoa fica conectada na internet, maior é o risco de ser atacada. Segundo o Norton Cybercrime Report, a média global de tempo de navegação é de 24 horas/semana. No Brasil, esse tempo aumenta para 30 horas no mesmo período. Outro dado que abre brechas para os cybercriminosos é que 69% dos usuários de internet no Brasil não possuem um software de segurança instalados em suas máquinas, o que abre portas e facilita a vida dos hackers.

Para evitar os crimes online, a Norton dá dicas de segurança:

• Não clicar em posts suspeitos ou em “saiba quem visitou seu perfil” e links do gênero;

• Não aceite convites para ser amigo ou seguidor de pessoas desconhecidas;

• Nunca digitar uma senha mais de duas vezes quando for acessar sua página da rede social – esse pode ser um sinal de que você está frente a uma tentativa de ataque virtual;

• Não divulgar sua senha para estranhos ou deixá-la exposta, anotada em locais públicos;

• Desconfiar de ofertas “boas demais para ser verdade”

Também poderá gostar de...

0 Comentários