Um levantamento da divulgado pelo e-bit esta semana aponta que o comércio eletrônico deve vender 25% mais nas três semanas que antecedem o Dia das Mães, do que no mesmo período do ano passado. A expectativa é que o faturamento alcance R$ 950 milhões.

Tradicionalmente, a data é a segunda maior em faturamento para todo tipo de comércio. Em 2011, o segmento faturou R$ 760 milhões com a venda de produtos nesta época. De acordo com a pesquisa e-bit, junto com moda e acessórios, a categoria de móveis deve encabeçar a lista, principalmente por causa da redução de IPI.

Segundo Victor Noda, CEO da Mobly, um dos maiores sites de vendas de móveis e utilidades domésticas do Brasil, o faturamento de dias normais deve ser superado em 30% neste período. “Pretendemos aproveitar o período para atrair e fidelizar mais clientes e para isso vamos apostar principalmente nas promoções”, conclui.

Com crescimento de 400% ao mês, a loja virtual, com portfólio de 22 mil produtos, que tem o objetivo de se tornar referência no setor, já começou a utilizar ferramentas de marketing para aumentar o desempenho das vendas do dia das mães desse ano.

eletronicos_250x250.gif


Também poderá gostar de...

0 Comentários