Pesquisar este blog

Carregando...

Até a versão 7 do Windows, a interface do usuário com o computador era feita através do cursor e do teclado. Com a massificação dos celulares touch screen e a popularização dos tablets, as pessoas passaram a tocar nas telas para ver se elas respondiam às suas solicitações. A Microsoft, que vinha perdendo mercado para os tablets e celulares, reviu seu conceito e volta para a batalha com a Apple e Google mais amadurecida, com uma ferramenta de peso, que agora, mais do que nunca integra computadores de mesa, notebooks, tablets e smartphones numa única interface.

Com o retorno da Microsoft ao ringe, a Apple que fazia duelo com o Google terá duas rivais de peso. Se por um lado a Apple estava despreocupada com a presença da já enfraquecida Microsoft, agora terá que enfrentar num só oceano a baleia gigante do Google e o tubarão dormente da Microsoft na disputa de sistemas operacionais. Algo que não se via desde a chegada da primeira versão do Windows, quando os sistemas de ambos os fabricantes não dialogavam.

Agora é aguardar a cena do próximo round e acompanhar qual dos três sistemas operacionais conquistará maior fatia do mercado. Faça suas apostas: Android, IOS ou Windows 8?

Raphael Duprat - é jornalista e analista de tendências em Novas Tecnologias da Comunicação e CEO na Casa da Pauta Comunicação.


Também poderá gostar de...

0 Comentários