Estudo comparativo realizado pela Accenture junto a instituições bancárias de 15 países comprovou que os pacotes de serviços dos bancos brasileiros estão entre os mais baratos do mundo.

A empresa analisou os valores exercidos para serviços de uso frequente por parte dos consumidores e àqueles de uso mais moderado. Nesta análise, dos sete maiores bancos brasileiros, o valor médio mensal praticado oscilou entre o preço máximo de R$ 59,60 e de R$ 27,70, como mínimo. Das geografias pesquisadas, tal custo só é menor na Índia, México e França.

O estudo também levou em consideração a cobrança do pacote básico de serviços de cada País. No Brasil, este conjunto reúne oito operações de saque, quatro extratos por mês, dois extratos do mês anterior e quatro transferências de recursos entre a mesma instituição como definido pelo Banco Central, a custos entre R$ 11,00 e R$ 16,00.

A Accenture verificou ainda dados relacionados à satisfação e fidelidade do consumidor brasileiro em relação aos serviços bancários. A conclusão é que os consumidores estão mais propensos a experimentar serviços de outras instituições. Entre 36% e 43% dos correntistas mudaram de suas instituições principais ou de organizações secundárias no último ano. Além disso, 7% declararam a intenção de mudar em breve.

Outro aspecto importante do mercado nacional é o papel da classe C emergente no cenário bancário. Já responsável por 30% do consumo do País, quase 50% da classe C brasileira mantêm contas bancárias e 53% possui um cartão de crédito de um grande banco, suportado também por uma grande bandeira.

Para a 1ª edição do Estudo Global de Custo, Qualidade e Satisfação de Serviços Bancários foram consultados os principais bancos de varejo de 15 Países (Argentina, México, EUA, França, Inglaterra, Alemanha, África do Sul, Índia, Rússia, Turquia, Japão, Hong Kong, Singapura e Austrália). Em cada país analisou-se as informações dos dois maiores bancos por volume de receita, com exceção do Brasil onde foram pesquisados sete bancos. A coleta de informações foi feita por meio dos canais públicos, disponíveis a qualquer consumidor.

Também poderá gostar de...

0 Comentários