A indústria de alimentos, que até agora vinha absorvendo os altos custos, estão propensos a elevar preços, de acordo com o International Business Report (IBR) de 2011 da Grant Thornton. Consequentemente, os consumidores terão os orçamentos domésticos mais apertados em 2012.

De acordo com o estudo, 41% das empresas do setor de alimentos e bebidas esperam elevar os preços nos próximos 12 meses. No ano passado, a expectativa de elevação era de apenas 12%. Com aumento de 45% dos preços das commodities entre junho de 2010 e fevereiro de 2011 (dados do Banco Mundial), o segmento não conseguirá continuar absorvendo os altos custos.

“Os setor devem lutar no próximo ano para proteger margens. A redução de custos e ganho de produtividade deve ser prioridade. Muitas empresas de alimentos e bebidas estão de olho em operações de fusões e aquisições e o setor está maduro para consolidação”, diz Fábio Silva, da Grant Thornton Brasil.

O IBR mostra que os empresários do setor de alimentos e bebidas não acreditam que o aumento de preços necessariamente se traduzirá em elevação dos lucros. Segundo a pesquisa, 62% dos empresários do setor acreditam que a receita deve aumentar em 2012, porém apenas 43% crêem em uma elevação dos lucros no mesmo período.

O estudo mostrou ainda os anseios dos consumidores em todo o mundo. Se por um lado, os consumidores estão exigindo preços mais conta de alimentos e bebidas para atender seus orçamentos cada vez menores, por outro, os consumidores com maior pode aquisitivo buscam produtos com mais qualidade e mais saudáveis. “Os dados refletem a ascensão da classe média nos mercados emergentes e uma nova geração que preza por hábitos mais saudáveis”, comenta Fábio Silva.

Mais da metade das empresas de alimentos e bebidas pesquisadas (58%) acredita que oferecer produtos que complementem um estilo de vida mais focado em saúde e bem estar é uma oportunidade para seus negócios expandirem. Além disso, 44% vêem a tendência crescente da demanda por comida pronta como chance de impulsionar as vendas.

Também poderá gostar de...

0 Comentários